CIIE - Centro de Investigação e Intervenção Educativas

O Centro de Investigação e Intervenção Educativas (CIIE), fundado em 1988 na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto por iniciativa de Stephen R. Stoer, é uma unidade de investigação financiada pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).

 

A investigação desenvolvida no quadro do CIIE tem como referencial as problemáticas da educação com ênfase nas dimensões relacionadas com desigualdades e exclusões educativas e sociais, em consonância com os objetivos da União Europeia e do Conselho da Europa de ‘promoção da equidade, coesão social e cidadania activa’ e com os da ‘Europe 2020’ de um crescimento sustentável e inclusivo. As atividades regulares de investigação estão organizadas em 4 áreas programáticas: (1) Política, Políticas e Participação; (2) Formação, Saberes e Contextos de Trabalho e de Educação; (3) Cidadanias, Diversidades e Conhecimento Histórico; (4) Inovação, Criatividade e Desenvolvimento Local em Educação.

 

São vários os projetos de investigação financiados em curso no Centro, alguns com forte cooperação e financiamento internacionais, e centrados em torno, nomeadamente, da inovação curricular e pedagógica, avaliação educacional e institucional, formação de profissionais da ação e desenvolvimento humano, surdez e culturas, educação para a saúde ou da análise de políticas educativas e sociais. O CIIE tem sido também reconhecido pelo seu amplo envolvimento em projetos de investigação científica focalizados em questões de educação inter e multicultural, estudos de género e minorias étnicas e de património educativo e cultural.

 

Atualmente, o Centro conta com 40 membros integrados com o grau de doutor, três dos quais foram contratados através do Programa Ciência da FCT, e 60 membros colaboradores: 30 são bolseiros/as de doutoramento e 14 são bolseiros/as de investigação de projetos financiados. Tem sido, de facto, uma prioridade o acolhimento e a criação de condições de formação de jovens investigadores, sobretudo no âmbito do programa de Doutoramento em Ciências da Educação da Universidade do Porto, mas também de outros programas de formação avançada. Em 2012-2013, o CIIE acolheu 35 estágios de integração na investigação, atribuídos, mediante concurso, a estudantes do 1º e 2º ciclos em Ciências da Educação.

 

Combinando contribuições de diversas áreas, a equipa de investigação agrega investigadores das Ciências da Educação, da Sociologia, do Serviço Social, da História, da Psicologia, da Medicina, entre outras, e profissionais envolvidos nas questões socioeducativas.

 

A preocupação da difusão do conhecimento, ampliando o diálogo com a sociedade, conduziu à criação de uma linha editorial própria, que incorpora a revista Educação, Sociedade & Culturas, revista académica com arbitragem científica que agora é multilingue. Integra igualmente um conjunto de obras que pretendem disseminar resultados de algumas das atividades do Centro e dos seus investigadores – projetos e encontros científicos e trabalhos académicos de qualidade reconhecida –, que sejam relevantes para o campo educativo.

 

Nos últimos anos, o Centro tem apostado fortemente no incremento da publicação em revistas de circulação internacional para que o conhecimento produzido possa beneficiar de uma disseminação e de um debate mais globalizados. Os membros do CIIE têm também sido convidados por múltiplas revistas internacionais a integrar os respetivos conselhos editoriais, a organizar números especiais e a avaliar artigos científicos, manifestações visíveis de um crescente reconhecimento internacional. A consolidação da estratégia de internacionalização do Centro tem passado também pelo estabelecimento de contactos e parcerias estratégicas e envolvimento em redes de investigação de cariz internacional, resultando, por exemplo, no aumento significativo de participação em candidaturas a programas de financiamento, sobretudo, europeus.