Cooperação para o Desenvolvimento de Qualidade

 

Cooperação para o Desenvolvimento de Qualidade: um estudo de caso sobre a formação de professores na província do Bié

 

Financiamento

Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, I.P.

 

Instituições participantes

CIIE/FPCEUP (Portugal)
ENSP - Escola Nossa Senhora da Paz (Cuito Bié, Angola)
Direção Municipal do Ministério da Educação do Cuito Bié (Angola)
Escola do Magistério Primário da Huíla (Angola)

 

Equipa do CIIE

Amélia Lopes (Coord.)
Júlio Santos (Coord. |  Investigador integrado do CEAUP - Centro de Estudos Africanos da Universidade do Porto)
Elisabete Ferreira
Joana Manarte
Leanete Thomas Dotta
Sara Poças

 

Equipa de Angola

Angélica Cassova – Diretora da Escola Nossa Senhora da Paz
Ângelo Chissuli – Responsável da Direção Municipal do Ministério da Educação do Cuito Bié
Domingas da Silva Fernanda – Diretora da Escola do Magistério Primário da Huíla

 

Duração

12 meses | 2019 - 2020

 

Descrição

A Educação 2030 retoma a agenda inacabada dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM) e do direito à Educação para Todos (EPT) e sublinha a importância da cooperação para promover o acesso à educação para os mais vulneráreis e marginalizados, a inclusão e equidade, a igualdade de género e a qualidade da educação e formação. Torna-se urgente refletir criticamente sobre a complexidade, perspetivas de implementação e implicações da Agenda 2030 para as políticas e práticas de cooperação e para a sua apropriação na Universidade, reforçando o papel desta na cooperação para o desenvolvimento de qualidade, capaz de contribuir para iniciativas de erradicação da pobreza e para o desenvolvimento humano. A investigação sobre cooperação para o desenvolvimento na área da educação é escassa no nosso país. Este trabalho pressupõe, em primeiro lugar, a construção de uma epistemologia da cooperação para o desenvolvimento, onde surgem como fundamentais os princípios atuais de alinhamento, apropriação, sustentabilidade e orientação para a obtenção de resultados.

Decorrente do diálogo entre a Escola Nossa Senhora da Paz (Cuito-Bié) e o Centro de Investigação e Intervenção Educativas (CIIE) da FPCEUP, esta iniciativa tem como finalidade realizar um estudo qualitativo sobre o contexto educativo da província do Bié com foco na formação de professores, tendo em conta as políticas de desenvolvimento do setor em Angola e a atual Agenda do Desenvolvimento 2030. Assim, o estudo tem como objetivos gerais: mapear as iniciativas de cooperação para o desenvolvimento na área da educação no Bié; caracterizar a formação de professores na província; e promover a dimensão da investigação em educação e desenvolvimento. Para o efeito, pretende-se: identificar projetos de cooperação que atuam de forma direta ou indireta na área da educação no Bié; conhecer os modelos de cooperação na área da formação de professores na província; co-construir um projeto de cooperação para o desenvolvimento na área da formação de professores na Escola Nossa Senhora da Paz; caracterizar a formação de professores na província do Bié, tendo em conta modelos de formação, currículo, perfil dos/as formadores/as e dos/as formandos/as, atendendo, nomeadamente, às questões de género; identificar constrangimentos e variáveis facilitadoras na formação de professores; conhecer as redes de investigação existentes no âmbito da educação; e mobilizar os especialistas da educação e outros agentes de desenvolvimento educativo do contexto em causa para esta investigação.

A equipa será constituída por um grupo de investigadores do CIIE (Portugal) e pelos parceiros em Angola, nomeadamente a Diretora da Escola Nossa Senhora da Paz, o responsável pela Direção Municipal da Educação do Cuito Bié e a Diretora da Escola do Magistério Primário da Huíla. Para além do trabalho colaborativo em diferentes fases da investigação, a pesquisa prevê a deslocação ao terreno para articulação direta entre os parceiros.

Espera-se que o trabalho resulte no mapeamento das ações de cooperação existentes; num conjunto de recomendações para a promoção de uma cooperação de qualidade em educação; no mapeamento do contexto educativo, com foco na formação de professores; na criação de uma comunidade de prática de investigação em educação e desenvolvimento (em parceria com as instituições locais); e na disseminação do conhecimento produzido, por meio da apresentação pública dos resultados nos contextos envolvidos (FPCEUP e província do Bié), publicação de artigos científicos e outros materiais e divulgação do projeto em encontros e plataformas digitais.