DigP-SEM - Plataformas Digitais na Gestão Educacional dos Agrupamentos

DigP-SEM - Plataformas Digitais na Gestão Educacional dos Agrupamentos

 

Financiamento

Fundação para a Ciência e a Tecnologia, IP (FCT)

 

Referência

PTDC/CED-EDG/29069/2017

 

Instituição Coordenadora

CIIE/Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto

 

Parceiros

  • Universidade do Algarve
  • Universidade de Coimbra
  • Universidade de Évora
  • Universidade de Lisboa
  • Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

 

Investigador Responsável (IR): Preciosa Fernandes
Co-IR: Carlinda Leite

 

Equipa de investigação (CIIE)

 

Duração

36 meses
1-10-2018 – 30-9-2021

 

Resumo

A organização das escolas por Agrupamentos tem sido justificada em argumentos de reforço da autonomia, de quebra de isolamento entre escolas e de realização de projetos educativos (PE) articulados entre os diversos níveis de ensino e em que participem a comunidade. Apesar disso, alguns estudos têm dado conta de posições de desagrado em relação a esta organização escolar, assentes em ideias de perda de autonomia, dependência da escola sede e dificuldades de trabalho conjunto, pelo distanciamento geográfico das escolas.

A par desta medida, e por influência da Cimeira de Lisboa (2000) e do Plano Tecnológico da Educação (2007), as TIC passaram a constituir uma área de referência nas diretivas educacionais (Comissão Europeia, 2011; OCDE 2015) e a integrar o dia-a-dia dos Agrupamentos de Escolas (AE). Neles, as plataformas digitais (PD) (email, moodle, internet etc.) tornaram-se um recurso para a comunicação dos AE sobre o qual não existe um conhecimento informado, o que justifica a relevância do projeto DigP-SEM. Este tem como meta produzir recomendações sobre o modo como as PD podem contribuir para uma gestão educacional dos AE com efeitos numa sequencialidade curricular e num Projeto Educativo (PE) coletivamente participado, que corporize princípios de uma "cidade educadora" (Declaração de Barcelona, 1990) e inclusiva.

Orientado por esta meta, o projeto organiza-se em torno dos objetivos: 1) Identificar e caracterizar modos e finalidades com que são utilizadas as PD nos AE; 2) Mapear efeitos das PD que têm sido gerados na dinâmica de funcionamento do AE; 3) Produzir e validar um guião de procedimentos para o uso das PD nos AE.

Este projeto será acompanhado de uma monitorização e avaliação que assegurem a pertinência do conhecimento produzido. Esse conhecimento, para além de ser partilhado com os AE que vierem a integrar o estudo, será divulgado em eventos científicos, nacionais e internacionais, para que possa fornecer pistas para outros contextos.

Porque se pretende a construção de uma "radiografia" sobre esta realidade à escala nacional, o projeto integra investigadores de 6 universidades (U.Porto, UTAD, U.Coimbra, IE-ULisboa, U.Évora, U.Algarve) com ampla e reconhecida experiência de investigação nos campos da educação escolar, da avaliação, das metodologias de investigação e da utilização das PD. A experiência diversificada da equipa traz um potencial de inovação ao DigPSEM, nomeadamente para a construção do guião de procedimentos para a utilização das PD nos AE. O projeto contribuirá, pois, para a melhoria da gestão educacional dos AE.