PT
EN

RICHARD GREEN, 1936-2019

É com profundo pesar que partilhamos a triste notícia da partida de uma das maiores figuras da história da sexologia moderna.

Richard Green faleceu durante este fim-de-semana, em Londres, aos 82 anos.

Gostaríamos de expressar a nossa gratidão por tudo o que Richard Green fez em benefício da investigação em sexualidade, saúde sexual, e direitos sexuais.

Richard Green pode ser visto como o Hirschfeld da segunda metade do século 20.

De facto, Richard Green não foi apenas um investigador conhecido mundialmente, mas também um ativista pela saúde sexual e direitos sexuais nas últimas seis décadas. Fez bastantes contributos para o desenvolvimento da área científica, publicando extensivamente em temas como a orientação sexual e identidade de género. Além disso, também foi um pioneiro na construção de organizações científicas e profissionais na área da sexologia. Fundou em 1971 uma das revistas científicas mais reputadas (The Archives of Sexual Behavior) e foi um dos fundadores e primeiro presidente da Academia Internacional de Investigação em Sexualidade em 1975. Também foi um dos fundadores da Organização Mundial de Saúde Sexual em 1978 (eleito como um membro do primeiro comité executivo da WAS). Finalmente, foi um ativista pelos direitos sexuais e teve um papel muito importante na despatologização da homossexualidade (removida da DSM em 1973).

Richard Green era um pensador brilhante, sempre a partilhar as suas ideias, preocupações e críticas de forma honesta e aberta. Estava sempre pronto para uma boa discussão teórica e científica com a mesma energia e entusiasmo que teria numa discussão trivial. Era cheio de energia e disposição de continuar a dar e a viver.

Há meio ano, apesar da sua condição de saúde debilitante, ele fez tudo o que podia para viajar e apresentar a palestra de encerramento de I Seminário do Programa Doutoral em Sexualidade Humana na Universidade do Porto. Ele estava feliz por partilhar o seu conhecimento e trabalho de vida com um grande número de jovens a iniciar a sua carreira. Temos a certeza de que a enorme ovação que recebeu no final foi uma fonte de energia que lhe trouxe alento.

Entrevista sobre o PDSH: link

Palestra integral PDSH: link


SexLab na reportagem do Canal alemão WDR


Programa Doutoral em Sexualidade Humana(website link)


SEXLAB OFERECE TRATAMENTO PARA A DISFUNÇÃO ERÉTIL

PORTO E COIMBRA

O SexLab está a oferecer um programa de tratamento para a disfunção eréctil que pretende avaliar a eficácia da psicoterapia cognitivo-comportamental e da medicação. Este estudo irá necessitar de participantes com o diagnóstico de Disfunção Eréctil devido a fatores psicológicos  (dificuldades de ereção sem causa médica associada), com idades entre os 18 e os 50 anosnuma relação heterossexual há 6 meses ou mais, sem psicopatologia e problemas de saúde ou toma de medicação que interfiram com a resposta sexual.

PARTICIPE, envie email para sexlab.fpceup@gmail.com


Grupo de Investigação em Sexualidade Humana do CPUP

O Grupo de Investigação em Sexualidade Humana dedica-se à investigação na área da sexualidade humana, de forma a permitir aprofundar conhecimentos bem como ampliar as possibilidades de prevenção e intervenção ao nível de problemáticas associadas às disfunções sexuais, comportamentos de risco, compulsividade e agressão sexual, bem como ao nível da promoção da saúde e bem-estar sexual.

O SexLab é o primeiro laboratório do país a conduzir de forma regular estudos de natureza experimental e psicofisiológica na área da sexualidade humana. Integra a rede internacional “SEXLAB”, coordenada pelo Professor Erick Janssen do Instituto Kinsey (Indiana University), que é composta por equipas de investigação que trabalham nesta área nos diversos continentes.